logo



Se você escolheu se submeter a este caminho, é porque:
1.A entidade que emitiu seu certificado não é um Centro Formador Sobrasa, e você deseja se certificar pela PROVA DE PROFICIÊNCIA pelo padrão nacional para trabalhar em um estado ou município do Brasil onde esta certificação é aceita/exigida, ou
2.Você não tem certificado profissional, mas possui experiência para se submeter à PROVA DE PROFICIÊNCIA e adquirir seu certificado nacional.

Neste caso você poderá realizar uma PROVA DE PROFICIÊNCIA à guarda-vidas que é realizada regularmente ou por solicitação á Sobrasa.

EXIGÊNCIAS A REALIZAR A PROVA DE PROFICIÊNCIA

1. Qualquer centro de formação, empresa ou indivíduo poderá submeter seus alunos ou a si próprio a PROVA DE PROFICIÊNCIA.
2. Atestado de saúde para exercícios físicos.
3. Diploma de conclusão do ensino fundamental.
4. Ser capaz de Nadar com a cabeça fora da água por 50m em menos de 60 segundos e correr 400m em menos de 2 minutos.
5. Pagamento da taxa individual correspondente a prova (a combinar com o instrutor).
6. Recomendamos realizar a leitura da grade curricular e realizar a leitura dos capítulos do manual de emergências aquáticas da Sobrasa pertinente a formação que esta se propondo) antes de realizar a prova. O manual é gratuito a associados Sobrasa, e contem vários testes que simulam a prova aos associados Sobrasa.

QUAIS OS PASSOS?
1. Verificar se esta ciente de todo o processo da prova.
2. Ter certeza de que é o caminho que procura.
3. Verificar se existe data e local adequado a sua necessidade em nossa agenda
Em caso de grupos maiores de 10 candidatos poderá ser agendada prova especifica. Entre em contato conosco <sobrasa@sobrasa.org>

Toda a GRADE CURRICULAR cobrada na prova poderá ser acessada gratuitamente e todos os associados da Sobrasa em dia poderão ter acesso gratuito ao conteúdo para estudo antes da prova. Associados institucionais poderão dar acesso através de sua senha pessoal aos seus alunos. No entanto cada aluno deverá ser associado individual para ter acesso às avaliações individuais dentro do sistema (neste caso empresas associadas institucionais a SOBRASA poderão obter 50% de desconto na filiação de seus aluno). Recomenda-se que o aluno consiga resultados no EDA (parte teórica) acima de 70% para ser submetido à prova de proficiência.

PROGRAMA A ESTUDAR, ACESSO AO CONTEÚDO E Ensino A Distancia (EAD)
GUARDA-VIDAS DE PISCINA
GUARDA-VIDAS DE RIOS/LAGOS
GUARDA-VIDAS DE PRAIAS

AONDE PROCURAR FORMAÇÃO ANTES DA PROVA DE PROFICIÊNCIA?
Veja lista de centros formadores cadastrados que oferecem cursos profissionais de guarda-vidas.
OU
Empresas que ofereçam cursos de guarda-vidas poderão anunciar comercialmente seus cursos na pagina da Sobrasa. Desde que atuem nos locais (Estado ou Município) onde não exista atuação do Centro de Formação reconhecido pela Sobrasa para aquela determinada formação (praias, rios/lagos ou piscinas). Favor entrar em contato com <sobrasa@sobrasa.org> para estabelecer duração, conteúdo, tamanho, formato e custos do anúncio.

NOTAS:
1. AOS INSTRUTORES MASTERS SOBRASA (responsáveis pela aplicação das provas): Instrutores Sobrasa envolvidos na formação de seus guarda-vidas regionais não poderão aplicar a prova de proficiência. Instrutor MASTER só aplicará a prova em outro estado, a convite do instrutor Master daquele estado.
2. Os certificados emitidos pela Sobrasa (Nacional e ILS) terão a validade de 2 anos a contar da data de emissão do certificado regional apresentado ou da data de conclusão do curso e não da data de solicitação.
3. No caso dos instrutores a revalidação poderá ocorrer através de uma avaliação de resultados em curso proferido.
4. Nomenclatura dos cursos profissionais: Guarda-vidas de Piscina(GVP), Guarda-vidas de Rios(GVR), Guarda-vidas de Praia(GVS).

Todos os certificados profissionais Sobrasa tem o selo Nacional e internacional, validade de 2 anos e podem ser emitidos pela Federação Internacional de Salvamento Aquático – ILS.

Guarda-vidas de Piscina – Nacional e Internacional (ILS)
Guarda-vidas de Rios e águas internas – Nacional e Internacional (ILS)
Guarda-vidas de Praia – Nacional e Internacional (ILS)

  • PROGRAMA DE PROVA DE PROFICIÊNCIA RECOMENDADO A GUARDA-VIDAS DE PISCINA – 10h

    Workshop – 4h – 3 estações onde todos os tópicos serão praticados
    1.Prevenção, vigilância em piscina e Relações públicas – 60 min
    Ter conhecimento de relação com o público
    Como reconhecer e proceder com crianças perdidas.
    Ter conhecimento das competições de salvamento aquático e estimular provas como atividade física recreativa.
    Ter conhecimento de seus direitos e deveres como profissional guarda-vidas de piscina.
    Saber o programa PISCINA+SEGURA a piscinas coletivas e residenciais
    Saber reconhecer os 6 anéis da cadeia de sobrevivência do afogado.
    Saber reconhecer as diferentes formas de prevenção de afogamento em piscinas.
    Saber reconhecer as características de piscinas tais como: Construção, atividade e riscos, anexos, ambiente, departamento médico, e recursos materiais.
    Saber reconhecer as características de parques aquáticos e similares, tais como: orientar banhistas, tipos de atrações, redução de riscos de acidentes, sistemas de comunicações, recursos humanos e funções.
    Saber reconhecer as medidas de segurança do guarda-vidas de piscina.
    Saber reconhecer as medidas de vigilância e atuação.
    Saber reconhecer um potencial afogado fora e dentro da água e reconhecer um afogamento em curso.

    2.Materiais básicos e técnicas de salvamento – 60 min
    Saber reconhecer as diferentes formas de quando e como acionar socorro de apoio (resgate especializado e médico).
    Simular um salvamento sem entrar na água a uma distancia mínima de 10m.
    Realizar um salvamento na piscina sem equipamento em vítima consciente a uma distancia de 25 m, com técnicas de entrada, aproximação, abordagem, reboque e retirada da piscina em menos de 2 minutos.
    Realizar um salvamento com um rescue-tube em vítima consciente a uma distancia de 25 m em menos de 2 minutos.
    Realizar um salvamento sem equipamento em vítima inconsciente distante no mínimo 25 m.
    Realizar um salvamento com rescue-tube em vítima inconsciente distante no mínimo 25 m.
    Realizar a abertura de vias aéreas, a checagem da respiração e simular um boca-a-boca dentro da água em vítima inconsciente. Sem equipamento e com rescue-tube.
    Realizar uma simulação de um socorro a uma vítima com suspeita de trauma cervical. Saber quando se suspeita de TRM. Saber como utilizar a prancha de imobilização.
    Transportar uma vítima consciente e uma inconsciente em área seca por 25 m.

    3.Primeiros socorros ao afogado e uso de oxigênio – 60 min
    Saber posicionar a vítima na borda da piscina para os primeiros socorros.
    Demonstrar habilidades para realizar os 8 passos do suporte básico de vida
    1.Reconhecer a cena,
    2.Checar a resposta da vítima,
    3.Chamar por ajuda,
    4.Abrir vias aéreas,
    5.Checar a respiração,
    6.Realizar um boca-a-boca,
    7.Checar pulso carotídeo e
    8.Sinais de circulação, e realizar a compressão cardíaca.
    Em lactentes, crianças e adultos, com um e dois socorristas.
    Saber quando e como colocar a vítima em posição lateral de segurança.
    Ter conhecimento do Sistema de Emergências Médica (SEM), e quando acioná-lo.
    Realizar os 6 passos do exame secundário (imobilização da coluna cervical, testar nível de consciência, expor a vítima, sinais vitais, anamnese resumida e palpação da cabeça aos pés).
    Saber reconhecer e como proceder em emergências clínicas.
    Saber reconhecer e como lidar em emergências traumáticas.
    Saber reconhecer e como lidar com acidentes termo-elétricos.
    AFOGAMENTOS – reconhecer e definir afogamento
    Saber reconhecer e as fases do afogamento
    Saber reconhecer e classificar o grau de afogamento
    Saber realizar o tratamento para cada grau de afogamento
    Ter conhecimento de quando começar e quando para a RCP em afogados
    Saber reconhecer o algoritmo básico de afogamento.
    Saber reconhecer todas as peças de um cilindro de oxigênio com suas válvulas circuitos e seu funcionamento. Saber como utilizá-lo segundo a classificação de afogamento.
    Ter conhecimento de doenças típicas ao redor de um espelho de água e relacionadas a exposição solar.

    PROVAS – 4h
    PROVA TEÓRICA – 78 a 100 questões versando sobre todos os assuntos da grade curricular acima – mínimo de 50% de acerto – 60 min – eliminatória

    PROVA FÍSICA (eliminatória)
    NATAÇÃO – mínimo de 50m com a cabeça fora da água < 60 segundos
    CORRIDA – 400 m < 2 minutos

    PROVA PRATICA DE SALVAMENTO – eliminatório – mínimo de 50% de acerto
    Situação 1 – Salvamento de uma vítima consciente sem equipamento
    1. entrada na água
    2. nado de aproximação
    3. abordagem da vítima
    4. reboque pelo método correto (peito cruzado)
    5. retirada da vítima da água
    6. posicionamento da vítima na borda da piscina

    Situação 2 – salvamento de uma vítima consciente com flutuador
    1. entrada na água
    2. nado de aproximação
    3. abordagem da vítima
    4. reboque com o flutuador
    5. retirada da vítima da água
    6. posicionamento da vítima na borda da piscina

    Situação 3 – salvamento de uma vítima inconsciente com flutuador
    1. entrada na água
    2. nado de aproximação
    3. abordagem da vítima
    4. verificação de inconsciência
    5. reboque com o flutuador
    6. retirada da vítima da água
    7. posicionamento da vítima na borda da piscina

    PROVA PRATICA DE RCP e primeiros socorros – 4 questões práticas – eliminatória – mínimo de 50% de acerto

    COMPORTAMENTO SATISFATÓRIO COM A RESPONSABILIDADE DA FUNÇÃO – Avaliação subjetiva SIM ou NÃO

    Resultado liberado em 10 dias e deliberação do certificado NACIONAL ao correio em 20 dias após a prova.

    O certificado internacional da ILS deverá ser solicitado se houver interesse somente após a provação final e por contato direto com a Sobrasa.

  • PROGRAMA DE PROVA DE PROFICIÊNCIA RECOMENDADO A GUARDA-VIDAS DE RIOS E LAGOS – 12h

    Workshop – 6 h – 3 estações onde todos os tópicos serão praticados
    Prevenção, vigilância em rios e lagos, Relações públicas e geografia – 90 min
    Ter conhecimento sobre a história do salvamento aquático e ressuscitação no Brasil e no Mundo.
    Ter conhecimento sobre o que acontece no Brasil e no Mundo em termos de estatística de afogamento.
    Ter conhecimento do trabalho realizado da Sobrasa e da ILS.
    Saber reconhecer em rios e lagos tudo sobre correntes e sua geografia pertinente a prevenção e ao salvamento.
    Ter conhecimento de ecologia
    Saber reconhecer os 6 anéis da cadeia de sobrevivência do afogado.
    Saber reconhecer as diferentes formas de prevenção de afogamento em lagoas e rios.
    Ter conhecimento em prevenção de esportes aquáticos.
    Saber como proceder em tempestades.
    Saber reconhecer o patrulhamento de rios e lagoas (zona de responsabilidade, locais de cobertura, sistemas de patrulhamento, número de guarda-vidas, equipamentos, comunicação, sistemas de visualização do afogado, uniforme, sinalização, limpeza, educação, jogos e eventos, animais no local).
    Saber reconhecer um potencial afogado fora e dentro da água e reconhecer um afogamento em curso.
    Saber reconhecer as diferentes formas de quando e como acionar socorro de apoio (resgate especializado e médico).
    Ter conhecimento de como funciona um serviço de salvamento aquático com suas diferentes funções e serviços a população.
    Ter conhecimento de relação com o público
    Como reconhecer e proceder com crianças perdidas.
    Saber reconhecer e como proceder em situações de grandes emergências e catástrofes – Plano de Operação de Emergências.

    Materiais básicos e técnicas de salvamento – 90 min
    Nadar submerso por 25 m sem atingir a superfície. Enquanto isso pegar 3 objetos distantes 5 m cada e um deles na parte mais funda da piscina.
    Simular um salvamento sem entrar na água a uma distancia mínima de 10m.
    Realizar um salvamento na praia sem equipamento em vítima consciente distante no mínimo 100 m da borda. Inclui: entrada, aproximação, abordagem, métodos de escapar da vítima, e tipos de reboques até a areia.
    Realizar um salvamento no rio ou na lagoa com um rescue-can ou rescue-tube em vítima consciente distante no mínimo 50 m da areia.
    Nadar com pranchão por 50 m, embarcar uma vítima consciente e transporta-la até a areia.
    Realizar um salvamento sem equipamento em vítima inconsciente distante no mínimo 50 m da areia.
    Realizar um salvamento com equipamento (rescue-can ou rescue-tube) em vítima inconsciente distante no mínimo 25 m da areia.
    Realizar a abertura de vias aéreas, a checagem da respiração e simular um boca-a-boca dentro da água em vítima inconsciente. Com dois guarda-vidas, com rescue-can, ou com rescue-tube.
    Realizar um resgate em equipe de vítima submersa utilizando máscara, snorkel e corda.
    Realizar uma simulação de um socorro a uma vítima com suspeita de trauma cervical. Saber quando se suspeita de TRM.
    Transportar uma vítima consciente e uma inconsciente da água para a areia por 25 m.
    Simular apoio a um socorro de bote inflável
    Simular apoio a um socorro de moto-aquática
    Simular um socorro nas pedras
    Simular um socorro à noite
    Ter conhecimento de salvamento de aeronave e veículo com queda na água, corredeiras, inundações, e lagoas e represas.
    Ter conhecimento de todas as características de salvamento em piscina.
    Realizar uma retirada de vítima cansada ou inconsciente da piscina sem ajuda.
    Saber posicionar a vítima na areia e borda da piscina para os primeiros socorros.
    Saber identificar todas as formas de comunicação da água para areia e vice-versa.

    Primeiros socorros ao afogado e uso de oxigênio – 90 min
    Saber posicionar a vítima na borda de rios e lagos para os primeiros socorros.
    Demonstrar habilidades para realizar os 8 passos do suporte básico de vida
    Reconhecer a cena,
    Checar a resposta da vítima,
    Chamar por ajuda,
    Abrir vias aéreas,
    Checar a respiração,
    Realizar um boca-a-boca,
    Checar pulso carotídeo e
    Sinais de circulação, e realizar a compressão cardíaca.
    Em lactentes, crianças e adultos, com um e dois socorristas.
    Saber quando e como colocar a vítima em posição lateral de segurança.
    Ter conhecimento do Sistema de Emergências Médica (SEM), e quando acioná-lo.
    Realizar os 6 passos do exame secundário (imobilização da coluna cervical, testar nível de consciência, expor a vítima, sinais vitais, anamnese resumida e palpação da cabeça aos pés).
    Saber reconhecer e como proceder em emergências clínicas.
    Saber reconhecer e como lidar em emergências traumáticas.
    Saber reconhecer e como lidar com acidentes termo-elétricos.
    AFOGAMENTOS – reconhecer e definir afogamento
    Saber reconhecer e as fases do afogamento
    Saber reconhecer e classificar o grau de afogamento
    Saber realizar o tratamento para cada grau de afogamento
    Ter conhecimento de quando começar e quando para a RCP em afogados
    Saber reconhecer o algoritmo básico de afogamento.
    Saber reconhecer todas as peças de um cilindro de oxigênio com suas válvulas circuitos e seu funcionamento. Saber como utilizá-lo segundo a classificação de afogamento.
    Ter conhecimento de doenças típicas ao redor de um espelho de água e relacionadas a exposição solar.

    Obs: Como a prova pode ser realizada em diferentes ambientes e situações (rios, lagoas, uniformes, temperatura da água ou ambiente e outras), deverá ser evitada situação extrema para treinamento ou para a aferição do conhecimento.

    PROVAS – 6h
    PROVA TEÓRICA – 100 questões versando sobre todos os assuntos da grade curricular acima – mínimo de 60% de acerto – 60 min – eliminatória

    PROVA FISICA (eliminatória)
    a. NATAÇÃO – mínimo de 50m com a cabeça fora da água < 60 segundos
    b. DUATLON – mínimo de CORRIDA 200m + NATAÇÃO 200m + CORRIDA 200m < 8min

    PROVA PRATICA DE SALVAMENTO – eliminatório – mínimo de 60% de acerto
    Situação 1 – Salvamento de uma vítima consciente sem equipamento
    1. entrada na água
    2. nado de aproximação
    3. abordagem da vítima
    4. reboque pelo método correto (peito cruzado)
    5. retirada da vítima da água
    6. posicionamento da vítima na borda da piscina

    Situação 2 – salvamento de uma vítima consciente com flutuador
    1. entrada na água
    2. nado de aproximação
    3. abordagem da vítima
    4. reboque com o flutuador
    5. retirada da vítima da água
    6. posicionamento da vítima na borda da piscina

    Situação 3 – salvamento de uma vítima inconsciente com flutuador
    1. entrada na água
    2. nado de aproximação
    3. abordagem da vítima
    4. verificação de inconsciência
    5. reboque com o flutuador
    6. retirada da vítima da água
    7. posicionamento da vítima na borda da piscina

    PROVA PRATICA DE RCP e primeiros socorros – 4 questões práticas – eliminatória – mínimo de 60% de acerto

    COMPORTAMENTO SATISFATÓRIO COM A RESPONSABILIDADE DA FUNÇÃO – Avaliação subjetiva SIM ou NÃO

    Resultado liberado em 10 dias e deliberação do certificado NACIONAL ao correio em 20 dias após a prova.

    O certificado internacional da ILS deverá ser solicitado se houver interesse somente após a provação final e por contato direto com a Sobrasa.

  • PROGRAMA DE PROVA DE PROFICIÊNCIA RECOMENDADO A GUARDA-VIDAS DE PRAIA – 16h

    Workshop – 9 h – 3 estações onde todos os tópicos serão praticados
    Prevenção, vigilância em praias, Relações públicas e oceanografia – 180 min
    Ter conhecimento sobre a história do salvamento aquático e ressuscitação no Brasil e no Mundo.
    Ter conhecimento sobre o que acontece no Brasil e no Mundo em termos de estatística de afogamento.
    Ter conhecimento do trabalho realizado da Sobrasa e da ILS.
    Saber reconhecer em praias tudo sobre correntes e sua geografia pertinente a prevenção e ao salvamento.
    Ter conhecimento de ecologia
    Saber reconhecer os 6 anéis da cadeia de sobrevivência do afogado.
    Saber reconhecer as diferentes formas de prevenção de afogamento em praias.
    Ter conhecimento em prevenção de esportes aquáticos.
    Saber como proceder em tempestades.
    Saber reconhecer o patrulhamento de praias (zona de responsabilidade, locais de cobertura, sistemas de patrulhamento, número de guarda-vidas, equipamentos, comunicação, sistemas de visualização do afogado, uniforme, sinalização, limpeza, educação, jogos e eventos, animais no local).
    Saber reconhecer um potencial afogado fora e dentro da água e reconhecer um afogamento em curso.
    Saber reconhecer as diferentes formas de quando e como acionar socorro de apoio (resgate especializado e médico).
    Ter conhecimento de como funciona um serviço de salvamento aquático com suas diferentes funções e serviços a população.
    Ter conhecimento de relação com o público
    Como reconhecer e proceder com crianças perdidas.
    Saber reconhecer e como proceder em situações de grandes emergências e catástrofes – Plano de Operação de Emergências.

    Materiais básicos e técnicas de salvamento – 180 min
    Nadar submerso por 25 m sem atingir a superfície. Enquanto isso pegar 3 objetos distantes 5 m cada e um deles na parte mais funda da piscina.
    Simular um salvamento sem entrar na água a uma distancia mínima de 10m.
    Realizar um salvamento na praia sem equipamento em vítima consciente distante no mínimo 100 m da borda. Inclui: entrada, aproximação, abordagem, métodos de escapar da vítima, e tipos de reboques até a areia.
    Realizar um salvamento em praia com um rescue-can ou rescue-tube em vítima consciente distante no mínimo 50 m da areia.
    Nadar com pranchão por 50 m, embarcar uma vítima consciente e transporta-la até a areia.
    Realizar um salvamento sem equipamento em vítima inconsciente distante no mínimo 50 m da areia.
    Realizar um salvamento com equipamento (rescue-can ou rescue-tube) em vítima inconsciente distante no mínimo 25 m da areia.
    Realizar a abertura de vias aéreas, a checagem da respiração e simular um boca-a-boca dentro da água em vítima inconsciente. Com dois guarda-vidas, com rescue-can, ou com rescue-tube.
    Realizar um resgate em equipe de vítima submersa utilizando máscara, snorkel e corda.
    Realizar uma simulação de um socorro a uma vítima com suspeita de trauma cervical. Saber quando se suspeita de TRM.
    Transportar uma vítima consciente e uma inconsciente da água para a areia por 25 m.
    Simular apoio a um socorro de bote inflável
    Simular apoio a um socorro de moto-aquática
    Simular um socorro nas pedras
    Simular um socorro à noite
    Ter conhecimento de salvamento de aeronave e veículo com queda na água, corredeiras, inundações, e lagoas e represas.
    Ter conhecimento de todas as características de salvamento em piscina.
    Realizar uma retirada de vítima cansada ou inconsciente da piscina sem ajuda.
    Saber posicionar a vítima na areia e borda da piscina para os primeiros socorros.
    Saber identificar todas as formas de comunicação da água para areia e vice-versa.

    Primeiros socorros ao afogado e uso de oxigênio – 180 min
    Saber posicionar a vítima na borda de rios e lagos para os primeiros socorros.
    Demonstrar habilidades para realizar os 8 passos do suporte básico de vida
    Reconhecer a cena,
    Checar a resposta da vítima,
    Chamar por ajuda,
    Abrir vias aéreas,
    Checar a respiração,
    Realizar um boca-a-boca,
    Checar pulso carotídeo e
    Sinais de circulação, e realizar a compressão cardíaca.
    Em lactentes, crianças e adultos, com um e dois socorristas.
    Saber quando e como colocar a vítima em posição lateral de segurança.
    Ter conhecimento do Sistema de Emergências Médica (SEM), e quando acioná-lo.
    Realizar os 6 passos do exame secundário (imobilização da coluna cervical, testar nível de consciência, expor a vítima, sinais vitais, anamnese resumida e palpação da cabeça aos pés).
    Saber reconhecer e como proceder em emergências clínicas.
    Saber reconhecer e como lidar em emergências traumáticas.
    Saber reconhecer e como lidar com acidentes termo-elétricos.
    AFOGAMENTOS – reconhecer e definir afogamento
    Saber reconhecer e as fases do afogamento
    Saber reconhecer e classificar o grau de afogamento
    Saber realizar o tratamento para cada grau de afogamento
    Ter conhecimento de quando começar e quando para a RCP em afogados
    Saber reconhecer o algoritmo básico de afogamento.
    Saber reconhecer todas as peças de um cilindro de oxigênio com suas válvulas circuitos e seu funcionamento. Saber como utilizá-lo segundo a classificação de afogamento.
    Ter conhecimento de doenças típicas ao redor de um espelho de água e relacionadas a exposição solar.

    Obs: Como a prova pode ser realizada em diferentes ambientes e situações (praias, uniformes, temperatura da água ou ambiente e outras), deverá ser evitada situação extrema para treinamento ou para a aferição do conhecimento.

    PROVAS – 7h
    PROVA TEÓRICA – 120 questões versando sobre todos os assuntos da grade curricular acima – mínimo de 60% de acerto – 60 min – eliminatória

    PROVA FÍSICA (eliminatória)
    a. NATAÇÃO – mínimo de 50m com a cabeça fora da água < 60 segundos
    b. DUATLON – mínimo de CORRIDA 200m + NATAÇÃO 200M + CORRIDA 200M < 8min
    c. TESTE DE ARREBENTAÇÃO – Atravessar uma arrebentação com ondas maiores de 0.5 m.

    PROVA PRATICA DE SALVAMENTO – eliminatório – mínimo de 60% de acerto
    Situação 1 – Salvamento de uma vítima consciente sem equipamento
    1. entrada na água
    2. nado de aproximação
    3. abordagem da vítima
    4. reboque pelo método correto (peito cruzado)
    5. retirada da vítima da água
    6. posicionamento da vítima em área seca

    Situação 2 – salvamento de uma vítima consciente com flutuador
    1. entrada na água
    2. nado de aproximação
    3. abordagem da vítima
    4. reboque com o flutuador
    5. retirada da vítima da água
    6. posicionamento da vítima em área seca

    Situação 3 – salvamento de uma vítima inconsciente com flutuador
    1. entrada na água
    2. nado de aproximação
    3. abordagem da vítima
    4. verificação de inconsciência
    5. reboque com o flutuador
    6. retirada da vítima da água
    7. posicionamento da vítima em área seca

    PROVA PRATICA DE RCP e primeiros socorros – 4 questões práticas – eliminatória – mínimo de 60% de acerto

    COMPORTAMENTO SATISFATÓRIO COM A RESPONSABILIDADE DA FUNÇÃO – Avaliação subjetiva SIM ou NÃO

    Resultado liberado em 10 dias e deliberação do certificado NACIONAL ao correio em 20 dias após a prova.

    O certificado internacional da ILS deverá ser solicitado se houver interesse somente após a provação final e por contato direto com a Sobrasa.


Dr David Szpilman - Sócio Fundador, Ex-Presidente e atual Diretor Médico da SOBRASA; Ten Cel Médico RR do CBMERJ; Médico do Município do Rio de Janeiro; Membro do Conselho Médico e Prevenção da International Lifesaving Federation - ILS; Membro da Câmara Técnica de Medicina Desportiva do CREMERJ. www.szpilman.com
  1. Francisco Mourão Responder
    Interessante
  2. Francisco Mourão Responder
    Ótimo
  3. temos 20 pessoas a serem credenciados para atuar, gostaríamos de orientações para sermos avaliados e acetificados. Responder
    temos um grupo de 20 pessoas, fazemos parte da equipe de guarda-vidas da prefeitura de Santo Andre, precisamos de certificados, há possibilidades de nos mandar o material, didático para estudarmos, bem como testes a serem aplicados na prática, para treinarmos, só então entraremos em contato e marcaremos uma data para a avaliação final com o senhores; qual seria os valores das credenciais, e mateiras?, atuaremos em piscinas e rios da cidade!
    • Paulo Responder
      Interessados entrar em contato no email seguranca@confianzaassessoria.com.br, possuímos 20 vagas para salva-vidas em Santo André - SP Paulo 48 8481 5800
  4. Edivaldo damascena Responder
    NÃO ESTOU ENCONTRANDO O LOCAL DA PROVA
    • Dr David Szpilman Responder
      De que prova? Se for de proficiencia, ela deve ser agendada no seu estado com um de nossos instrutores.
  5. heitor filho Responder
    como faço para agendar prova proficiencia com os intrutores do estado sp
    • Dr David Szpilman Responder
      envie email para sobrasa@sobrasa.org Mas o primeiro passo é realizar a prova teórica on-line e estar preparado fisicamente e tecnicamente a prova de proficiencia
  6. cristian Responder
    COMO FAÇO PARA FAZER O TESTE DE SALVA VIDAS DE PRAIA?
  7. André Ruas Responder
    Olá Srs, Eu e alguns colegas Bombeiros Militares/MG temos interesse em nos certificar com o diploma da SOBRASA. Gostaríamos de saber se realizando a prova de proficiência já estaríamos aptos a recebê-lo, ou se há necessidade de realizar to o curso desde o inicio. Obrigado
    • Dr David Szpilman Responder
      só a prova de proficiência é o suficiente envie email p sobrasa@sobrasa.org
  8. Luciano Targino Responder
    Quero fazer a prova de proficiência, quem eu devo procurar aqui no Estado? (Alagoas), farei a prova teórica com ele(a) ou online? e a pratica?
  9. Edicarlos santos Responder
    Nao cosigo acessa minha conta
  10. Germano Lopes Responder
    Boa noite Dr David Szpilman, o senhor poderia me mandar o material de estudo em PDF ou em qualquer outro formato, da prova Teórica de proficiência de Guarda vidas de Piscina, E-mail: anjosderesgate33@gmail.com Desde já agradeço a atenção !
  11. Wanderley Montervinos Responder
    Wanderley Montervinos 18/03/2021 Boa noite Dr David..Szpilman.. Sou guarda vidas de piscinas desde 82 ..e o Sr foi meu instrutor médico..E tem tempo...kkk..Sou membro do Sobrava...Trabalho como supervisor das piscinas ..Ja fiz curso no IBRAPH sobre prevenção e afogamento com o Sr. online ...Tenho curso na Cruz Vermelha de APH e sempre procuro me atualizar olhando as matérias do Sobrava ...Eu queria saber se eu teria direito alguma carteira do Sobrava ou certificado de associado ou guarda vidas ? Um abraço! Obrigado !

Deixe um comentario

*

3 × um =

captcha *