logo



Curso Guarda-vidas de Rios e Lagos (Inland Open Waters Lifeguard) –  90 h

Este curso forma profissionalmente um guarda-vidas para trabalhar em água doce com ou sem correntezas (rios, lagos, represas). Seu certificado tem validade nacional e Internacional respeitando as legislações sobre o assunto em cada local. O objetivo é formar um profissional preparado para trabalhar nas mais diversas condições dentro de sua profissão.
Pré-requisitos: O aluno necessita ter mais de 18 anos, e apresentar um atestado de saúde dizendo estar apto a praticar exercícios físicos. Necessita ser capaz de realizar as 3 provas a seguir: Nadar 50m com a cabeça acima da água em menos de 50 segundos, nadar 400m em menos de 8 minutos e correr 200m, nadar 200 m e correr mais 200 m em menos de 8 minutos, no mesmo dia.

Esta é a grade e conteúdo curricular recomendado pela Sobrasa para a realização de curso que forma profissionalmente um guarda-vidas para trabalhar preservando a vida humana em rios/lagos e represas.

Para entender melhor o processo de formação proposto pela Sobrasa
Leia Certificações   e    Orientação as empresas formadoras de guarda-vidas

Veja abaixo todos os capítulos que devem ser lidos pelo aluno do curso e o questionário final de treinamento antes da parte presencial.
Ao final de alguns capitulos, você terá a oportunidade de praticar em nosso QUIZZ o que aprendeu.

ABAIXO OS CAPÍTULOS DO MANUAL PERTINENTES A GRADE CURRICULAR DE FORMAÇÃO DO GUARDA-VIDAS DE RIOS/LAGOS.
Você só será capaz de acessar o conteúdo do manual e realizar os testes se for um associado Sobrasa em dia.

TESTE DE VALIDAÇÃO/REVALIDAÇÃO (total de 100 questões que não se repetem)
Você só será capaz de realizar os testes se for um associado Sobrasa em dia.
Você poderá repetir o teste quantas vezes quiser.

PROGRAMA
Para se certificar o guarda-vidas deverá cumprir, ter conhecimento e ser capaz de realizar todos os itens abaixo:
• Ter conhecimento sobre a história do salvamento aquático e ressuscitação no Brasil e no Mundo.
• Ter conhecimento sobre o que acontece no Brasil e no Mundo em termos de estatística de afogamento.
• Ter conhecimento do trabalho realizado da Sobrasa e da ILS.
• Saber reconhecer em rios e lagos tudo sobre correntes e sua geografia pertinente a prevenção e ao salvamento.
• Ter conhecimento de ecologia
• Nadar submerso por 25 m sem atingir a superfície. Enquanto isso pegar 3 objetos distantes 5 m cada e um deles na parte mais funda da piscina.
• Saber reconhecer os 6 anéis da cadeia de sobrevivência do afogado.
• Saber reconhecer as diferentes formas de prevenção de afogamento em lagoas e rios.
• Ter conhecimento em prevenção de esportes aquáticos.
• Saber como proceder em tempestades.
• Saber reconhecer o patrulhamento de rios e lagoas (zona de responsabilidade, locais de cobertura, sistemas de patrulhamento, número de guarda-vidas, equipamentos, comunicação, sistemas de visualização do afogado, uniforme, sinalização, limpeza, educação, jogos e eventos, animais no local).
• Saber reconhecer um potencial afogado fora e dentro da água e reconhecer um afogamento em curso.
• Saber reconhecer as diferentes formas de quando e como acionar socorro de apoio (resgate especializado e médico).
• Simular um salvamento sem entrar na água a uma distancia mínima de 10m.
• Realizar um salvamento na praia sem equipamento em vítima consciente distante no mínimo 100 m da borda. Inclui: entrada, aproximação, abordagem, métodos de escapar da vítima, e tipos de reboques até a areia.
• Realizar um salvamento no rio ou na lagoa com um rescue-can ou rescue-tube em vítima consciente distante no mínimo 50 m da areia.
• Nadar com pranchão por 50 m, embarcar uma vítima consciente e transporta-la até a areia.
• Realizar um salvamento sem equipamento em vítima inconsciente distante no mínimo 50 m da areia.
• Realizar um salvamento com equipamento (rescue-can ou rescue-tube) em vítima inconsciente distante no mínimo 25 m da areia.
• Realizar a abertura de vias aéreas, a checagem da respiração e simular um boca-a-boca dentro da água em vítima inconsciente. Com dois guarda-vidas, com rescue-can, ou com rescue-tube.
• Realizar um resgate em equipe de vítima submersa utilizando máscara, snorkel e corda.
• Realizar uma simulação de um socorro a uma vítima com suspeita de trauma cervical. Saber quando se suspeita de TRM.
• Transportar uma vítima consciente e uma inconsciente da água para a areia por 25 m.
• Simular apoio a um socorro de bote inflável
• Simular apoio a um socorro de moto-aquática
• Simular um socorro nas pedras
• Simular um socorro à noite
• Ter conhecimento de salvamento de aeronave e veículo com queda na água, corredeiras, inundações, e lagoas e represas.
• Ter conhecimento de todas as características de salvamento em piscina.
• Realizar uma retirada de vítima cansada ou inconsciente da piscina sem ajuda.
• Saber posicionar a vítima na areia e borda da piscina para os primeiros socorros.
• Saber identificar todas as formas de comunicação da água para areia e vice-versa.
• Demonstrar habilidades para realizar os 8 passos do suporte básico de vida na areia (reconhecer a cena, checar a resposta da vítima, chamar por ajuda, abrir vias aéreas, checar a respiração, realizar um boca-a-boca, checar pulso carotídeo e sinais de circulação, e realizar a compressão cardíaca). Em lactentes, crianças e adultos, com um e dois socorristas.
• Saber quando e como colocar a vítima em posição lateral de segurança.
• Ter conhecimento do Sistema de Emergências Médica (SEM), e quando aciona-lo.
• Saber realizar o exame primário
• Realizar os 6 passos do exame secundário (imobilização da coluna cervical, testar nível de consciência, expor a vítima, sinais vitais, anamnese resumida e palpação da cabeça aos pés).
• Saber reconhecer e como proceder em emergências clínicas.
• Saber reconhecer e como lidar em emergências traumáticas.
• Saber reconhecer e como lidar com acidentes termo-elétricos.
• Saber reconhecer e definir afogamento
• Saber reconhecer e as fases do afogamento
• Saber reconhecer e classificar o grau de afogamento
• Saber realizar o tratamento para cada grau de afogamento
• Ter conhecimento de quando começar e quando para a RCP em afogados
• Saber reconhecer o algoritmo básico de afogamento.
• Saber reconhecer todas as peças de um cilindro de oxigênio com suas válvulas e circuitos e seu funcionamento. Saber como utiliza-lo segundo a classificação de afogamento.
• Ter conhecimento de doenças típicas ao redor de um espelho de água e relacionadas a exposição solar.
• Ter conhecimento de como funciona um serviço de salvamento aquático com suas diferentes funções e serviços a população.
• Ter conhecimento de relação com o público
• Como reconhecer e proceder com crianças perdidas.
• Saber reconhecer e como proceder em situações de grandes emergências e catástrofes – Plano de Operação de Emergências.
• Ter conhecimento das competições de salvamento aquático e participar de provas como atividade física recreativa durante o curso.
• Ter conhecimento de seus direitos e deveres como profissional guarda-vidas
Estratégias de ensino
o Ter conhecimento: Leitura, aula teórica ou demonstração.
o Saber reconhecer: cada aluno deverá demonstrar que tem o conhecimento.
o Saber realizar: cada aluno deverá demonstrar que sabe como fazer a ação proposta de treinamento.

Obs: Como o curso pode ser realizado em diferentes ambientes e situações (rios, lagoas, uniformes, temperatura da água ou ambiente e outras), deverá ser evitada situação extrema para treinamento ou para a aferição do conhecimento.
Estratégias de aferição do conhecimento do aluno:
o Observação pessoal dos instrutores ou por revisão de vídeo.
o Questionário oral
o Questionário escrito – Respostas curtas ou múltiplas escolhas.
o Simulado de cenários de emergências

Retornar ao Manual Principal

Retornar ao Manual do Guarda-vidas de Piscina

Retornar ao Manual do Guarda-vidas de Rios e Lagos

Retornar ao Manual do Guarda-vidas de Praias

  1. Fabio Jose de Castro Responder
    Boa tarde, sou Enfermeiro no Pronto Socorro Municipal desde 2007 e trabalho como Guarda vidas desde 2005, fiz o curso com Sr. Osni Guaiano em Piraju/SP... presto serviços para Prefeitura Municipal de minha cidade nas aulas de canoagem velocidade e Slalon e em seus campeonatos locais anualmente...necessito do certificado de Guarda vidas Profissional, qual o procedimento para isso. Obrigado pela atenção
    • Dr David Szpilman Responder
      Realizar a prova de proficiência veja em https://www.sobrasa.org/prova-de-proficiencia-certificacao-e-requalificacao-a-guarda-vidas/
  2. jose ricardo moreira Responder
    ola gostaria de fazer um curso de guarda vidas sou da defesa civil de tres lagoas ms e trabalho no balneario municipal e na escolinha de remo me mande todos os prosedimentos para mim eu tenho 54 anos sou atleta corrida de montanha e ultra-maratonas.sem mais obrigado.
    • Dr David Szpilman Responder
      FIQUE DE OLHO EM NOSSOS FB. A Sobrasa não realiza cursos mas sempre anuncia aqueles credenciados a instituição.

Deixe um comentario

*

três × quatro =

captcha *