logo



A escola de salvamento aquático tem o objetivo de introduzir as crianças de 5 a 17 anos, nos diferentes esportes aquáticos, tornando possível, de forma segura, através de aulas dinâmicas, predominantemente recreativas, o conhecimento de todos os esportes praticados na água, permitindo no futuro, a escolha mais adequada para cada um e principalmente a redução do número de acidentes na água.

O projeto ESCOLA DE SALVAMENTO AQUÁTICO – LIFEGUARD VOCÊ …

1. Vai a praia e se sente inseguro com o mar ?
2. Leva seu filho a praia e tem que ficar de olho nele ?
3. Fica indeciso quando seu filho quer fazer um esporte aquático ?

Nós temos a sua resposta !

Este projeto da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático – SOBRASA, foi iniciado em 1998 e perdurou até 2000, educando 650 jovens a partir de 7 anos de idade. Tinha o objetivo de educar em prevenção contra afogamento e auxiliar o Grupamento Marítimo do Rio de Janeiro.

A Escola de Salvamento Aquático foi mais um projeto da Sobrasa, inédito no Brasil, que ensinava à crianças e adultos as diferentes formas de como não se afogar, e como fazer em caso de necessitar salvar alguém em apuros, além de fornecer o conhecimento de vários esportes praticados na água, através de aulas dinâmicas e recreativas, permitindo a escolha mais adequada e segura para cada um.
Os alunos tinham a oportunidade de aprender com professores de educação física, guarda-vidas e médicos com larga experiência em salvamento de praia e esportes aquáticos. Desta forma semeamos o espírito de salvamento de vidas e reduzimos o número de mortes por afogamento.
Este tipo de atividade é amplamente difundida há vários anos no exterior, como na Austrália, Estados Unidos, e Europa com excelente retorno para a sociedade.
· Público alvo : 160 banhistas/mês de 7 a 50 anos.
· Data e duração : Fins de semana durante 6 meses.
· Local : Posto 2, na Barra da Tijuca, ao lado do Pêpê.
· Horário : 8:30 às 11:30 h.

PROGRAMAÇÃO

– Salvamento aquático
– Como não se afogar e Como salvar outros.
– Conhecendo os ventos, correntes, valas e as praias.
– Recreação de salvamento na praia.
– Utilizando os equipamentos para o salvamento.
– Realizando a prevenção de casos de afogamento, evitando que banhistas entrem em locais perigosos.
– Aprender a encaminhar crianças perdidas aos seus pais ou ao posto de salvamento mais próximo.
– Natação – aprendizado.
– Mergulho – noções básicas.
– Surf (prancha e body-board) – as primeiras manobras
– Esportes variados
– Water-polo – recreação com bola
– Jet-ski – a máquina e o mar
– Vela – como usar o vento e o mar
– Pesca – como se pega um peixe
– Canoagem e remo – como remar
– Balé aquático – a dança na água
– Biologia marinha – conhecendo a vida marinha
– Primeiros socorros – sabendo o que fazer em casos de acidentes

CARACTERÍSTICAS DA ESCOLA
· As aulas sempre erão acompanhados de um instrutor guarda-vidas do Grupamento Marítimo.
· Era proibido aos alunos realizar qualquer tentativa de salvamento sem a permissão de seu instrutor.
· Fornecíamos esclarecimento sobre o trabalho da Sobrasa.
· Nosso trabalho era apoiar o Grupamento Marítimo (GMAR) em suas atividades de salvamento.

Quantas vidas estes meninos salvaram e salvarão???

CONTRATO/PROJETO – se quiser realizar em sua área entre em contato conosco

Vídeos e matérias da Escola

  1. michelle saraiva Responder
    Bom dia. Meu filho pratica natação em piscina de 25m. Onde encontrar um trabalho desse tipo atualmente?

Deixe um comentario

*

treze − 3 =

captcha *