História de quem fez e continua fazendo...

 

 

Guarda-vidas Glováski

 

 

Desde quando me formei como guarda-vidas, trabalho no litoral Paranaense.

A partir de então, são inúmeros os salvamentos por mim realizados, dentre os quais citarei um.
 

Estando de serviço no posto, quando a população acionava e gritava pelo salva-vidas e naquele momento eu estava presente entre os veranistas. Fui acionado pois naquele momento havia afundado um rapaz de 21 anos, e mesmo com pouca visibilidade consegui enxergar somente sua mão no momento que ele afundou. Nadei com todos meus esforços e pedindo que Deus me desse força para salvar o rapaz, chegando próximo onde ele tinha afundado eu mergulhei e acabei encontrando o rapaz já debaixo d`água. Ao chegar na superfície ele já estava ventilando espontaneamente em recuperação, retirei então o rapaz da água até a areia onde o deixei em posição lateral de segurança, sabendo que eu já havia acionado o Siate(unidade de emergência) juntamente com o médico para prestar apoio. Assim que o Siate chegou, eu o auxiliei até a ambulância e foi conduzido até o hospital ficando em observação, pois seu estado era grave. Horas depois veio até a mim o irmão da vítima, trazendo notícias de seu irmão que já não corria mais risco à vida. Naquele momento eu me arrepiei e chorei abraçado com o irmão da vítima, sabendo então que naquele momento eu tinha a certeza que o serviço do guarda-vidas estava realizado, porque a vítima não mais corria risco à vida. Sei que ele está vivo, mas não tive mais notícias dele e assim declaro mais que, volto para minha família com meu dever cumprido. Mesmo deixando minha família a uma distância 630km para ir trabalhar no litoral, volto feliz, porque quando a vítima estava sendo arrastada pelas forças da água eu me fiz presente e consegui resgatá-lo.

Sd QPM 2-0 Bonifácio Glováski
bmglovaski@yahoo.com.br